[Crítica] Rocketman

Depois do sucesso do filme Bohemian Rhapsody em 2018 contando a história do Freddie Mercury, chegou aos cinemas nesta quinta (30/05) Rocketman trazendo a vida, superação e o sucesso do Sir Elton John para as telonas.

eltonjohn-rocketman2

Produzido pelo próprio Elton John, o longa se inicia numa reunião dos Alcoólicos Anônimos e nos faz viajar até a infância do músico: um garoto prodígio e com problemas familiares, sendo a avó a única que realmente o apoiava. O filme retrata toda a jornada do artista desde que descobriu seu talento pra música, a indiferença do pai e da mãe, sua excentricidade, sua grande parceria com seu amigo Bernie Taupin (interpretador por Jamie Bell), a sua homossexualidade e seus problemas com drogas e álcool.  E faz isso de uma forma bem intensa, intimista, épica, divertida e com muita música, sem esconder nada, mostrando que o ícone que todos conhecemos também tem um lado humano e sofreu para conseguir tudo o que tem hoje.

rocketman-critica

O repertório de músicas do Elton John nos é apresentado não só através de como cada letra foi composta, como vimos em Bohemian Rhapsody, mas sim em momentos emotivos dos personagens como um bom filme musical clássico deve ser, trazendo um ar de fantasia para a trama. Isso tudo, claro, só fez o público enxergar ainda mais a particularidade do músico e as várias camadas que o filme quis transmitir.

O papel do protagonista ficou a cargo de Taron Egerton e ele conseguiu brilhar no que fez, entregando um trabalho tão excelente que o próprio Elton John disse que achou ser ele mesmo que estava na tela. Utilizando todos os trejeitos de John, na maneira de agir, andar e sorrir, o ator fez até questão de ele mesmo cantar a trilha sonora do filme, conseguindo chegar num tom de voz bem parecido ao do cantor, dando ainda mais veracidade à obra.

Rocketman-crITICA-FILME

Tentando ser o mais fiel possível à vida de John, claro que o filme iria trazer questões polêmicas e o roteirista Lee Hall junto ao diretor Dexter Fletcher não tiveram medo de ousar nessa questão, tornando este o primeiro longa de um estúdio grande a mostrar uma cena de sexo entre dois homens. Este fato fez o filme ter vários cortes para ser exibido na Rússia, causando várias críticas da Paramount Studios e do próprio Elton John a essa decisão.

Rocketman é um filme lindo, bem produzido, intenso e humilde mas que dá gosto de ser assistido, principalmente você que é fã!

8,5/10,0

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s