[Crítica] Eu Sou Mais Eu

Sinopse: Camilla Mendes é uma estrela da música pop sem paciência para a concorrência. Tudo que importa é que a sua nova música “Eu Sou Mais Eu” seja a número um nas paradas. Mas ela misteriosamente acorda em 2004 e precisa lidar com os dramas da adolescência novamente.

O enredo se enquadra nos filmes gostosinhos pra assistir a tarde comendo aquela pipoquinha. Apesar de abordar um tema pesado, o bullying, consegue tratar de forma leve e nada muito inovador. Aborda viagem no tempo e o retorno da personagem Camila Mendes (Kéfera) até o ano de 2004, ápice do caos da sua adolescência e do marco que a fez se tornar a famosa e antipática artista que é nos dias atuais.

O próprio filme brinca com o fato de não ser nada novo falar sobre viagem no tempo, mas o grande diferencial está de fato na forma como tudo vai acontecendo e no conhecimento que a personagem Camila tem da situação. Referências a vários filmes, bandas e itens famosos da época são responsáveis por algumas das risadas.

A evolução da Youtuber como atriz é evidente. Ela consegue lidar bem com as transformações de personalidade da personagem ao longo do filme, tanto em expressões quanto nos exageros pontuais necessários. Logo de cara temos um vídeo clip com produção Hollywoodiana e todo o combo comercial de danças sensuais, closes babadeiros e lacrações. Realmente o pacote completo de tudo aquilo que vende fácil, o que era o objetivo da cantora pra se manter famosa.

Um show a parte fica a cargo da trilha sonora que nos transporta para o começo dos anos 2000 onde o auge de bandas como Rouge, Raimundos e Pitty se somam aos sucessos de Mamonas Assassinas. Nostalgia total que faz o espectador ter vontade de cantar junto e ficar balançando o pé no ritmo da música.

O personagem de João Cortêz, Cabeça, em nada deixa a desejar. Sendo o par cômico de Kéfera, é ele também responsável pelas maiores cenas de Bullying do enredo. Mesmo se perdendo em alguns pontos, a mensagem é passada com clareza e as mudanças realizadas no passado surtem efeito no futuro e tudo acaba num final feliz.

Nota: 7/10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s