[Listas] 9 filmes com as melhores trilhas sonoras do cinema (Parte 1)

trilhas de cinema-olar

A trilha sonora sempre esteve presente no cinema, até mesmo quando o cinema era mudo. Naquela época, os filmes eram exibidos acompanhados por pianistas ou até mesmo por orquestras sinfônicas. Os anos foram se passando, o mundo foi mudando, evoluindo e junto a ele as técnicas de produzir cinema também. Entretanto, o uso da música para auxiliar na narrativa do filme, continua da mesma forma.

A música no cinema é um elemento fundamental de representação dos sentimentos, estados de espírito, construção de climas e sensações. A trilha sonora de um filme pode ser apresentada de duas formas. Uma das formas é quando o diretor do longa vai atrás de um maestro ou musico para criar uma trilha totalmente ou quase toda original, a criação da musica depende muito do compositor, alguns criam de acordo com o roteiro que lhe é entregado, outros criam de acordo com as cenas dos filmes.

Já a outra forma é quando o diretor do longa encaixa músicas prontas, que não foram produzidas pensando no filme, mas a letra ou melodia “casa” tão bem com determinado momento da obra, que o diretor opta em inserir essa música para reforçar sua própria narrativa ali apresentada. Um grande exemplo disso é o filme “Guardiões da Galáxia”. Onde o diretor James Gunn se utiliza de músicas dos anos 80 para reforçar a identidade e ritmo ao filme, uma mistura muito bem feita.

Podemos concluir que a trilha sonora juntamente com outro elementos da narrativa, se torna um dos pontos cruciais em um obra cinematográfica. Pensando nisso, nós do Olar Para Todos listamos abaixo a primeira parte de 9 filmes com ótimas trilhas sonoras para serem apreciadas.


Crepúsculo

Bella (Kristen Stewart) é uma adolescente que muda para Forks, Washington, para morar com o pai, Charlie (Billy Burke), depois que sua mãe decide casar-se novamente. Lá, ela conhece um misterioso rapaz, Edward Cullen (Robert Pattinson), um garoto que esconde um segredo obscuro, conhecido apenas por sua família. Eles aos poucos se apaixonam, mas Edward sabe que isto pode por a vida de Isabella em risco.

Assim como o filme, a trilha sonoro de “Crepúsculo”  é bastante marcante, sendo composta por Carter Burwell, em parceria com Alexandra Patsavas, que escreveu boa parte das musicas. Stephenie Meyer, a escritora dos livros na qual deu origem aos filmes, também foi consultada sobre a trilha, que inclui Muse e Linkin Park, bandas que ela escutava enquanto escrevia os livros da série.


(500) Dias com Ela

Tom Hansen (Joseph Gordon-Levitt) está em uma reunião com seu chefe, Vance (Clark Gregg), quando ele apresenta sua nova assistente, Summer Finn (Zooey Deschanel). Tom logo fica impressionado com sua beleza, o que faz com que tente, nas duas semanas seguintes, realizar algum tipo de contato. Sua grande chance surge quando seu melhor amigo o convida a ir em um karaokê, onde os colegas de trabalho costumam ir. Lá Tom encontra Summer. Eles também cantam e conversam sobre o amor, dando início a um relacionamento.

O filme possui “You Make My Dreams” como canção original,  e conta com Mychael Danna e Rob Simonsen responsáveis pela trilha sonora. Ainda traz uma coleção diversificada de canções, que são cantadas por  bandas como Clash, Smiths, Simon & Garfunkel até Regina Spektor e Carla Bruni.


Drive

Durante o dia, um misterioso e soturno motorista (Ryan Gosling) trabalha como mecânico e dublê automalista de filmes de Hollywood. À noite, ele se dedica como piloto de fuga de bandidos e mafiosos. Este motorista também é vizinho de Irene (Carey Mulligan), uma solitária garçonete que é casada e tem um filho com Standard Gabriel (Oscar Isaac). Ao aproximar-se da moça e da criança, o motorista começa a criar um forte relacionamento com ambos até a volta de Standard, que acaba de sair da prisão. Percebendo a situação difícil de Standard, o motorista se dispõe a ajudá-lo num assalto que pagaria sua dívida aos criminosos. Entretanto, o golpe dá errado e mostra uma incrível reviravolta, colocando em risco as vidas do motorista, Irene e seu filho.

Drive é um dos maiores exemplos que a trilha sonora é uma parte crucial de uma obra cinematográfica, podendo em certos momentos da o tom certo a uma cena. No filme, a trilha é composta e escolhida pelo músico Cliff Martinez, e possui “A Real Hero” como canção original. Entre as músicas selecionadas para o filme está “Nightcall”, de Kavinsky, que conta com a participação da brasileira Lovefoxxx e é a primeira durante os créditos iniciais.  Vale muito a pena da uma conferida.


Space Jam: O Jogo do Século

Um maldoso alienígena, proprietário de um parque, precisa de uma nova atração no Moron Mountain. Quando sua gangue, os Nerdlucks, vem para a Terra para sequestrarem Pernalonga e os Looney Tunes, Pernalonga os desafia com um jogo de basquete para determinar seus destinos. Os alienígenas concordam, mas roubam os poderes dos jogadores de basquete da NBA, incluindo Larry Bird e Charles Barkley, e Pernalonga recebe ajuda de Michael Jordan.

Space Jam é a trilha sonora do filme, no álbum encontramos um total de 14 músicas originais, que totalizam 1:05:10 de duração.  O gênero das musicas se diversificam entre Hip-hop, Música pop, Rhythm and blues e R&B contemporâneo. Com toda certeza a película ficou marcado pela sua excelente trilha sonora, alem combina o uso de live-action e animação.


Tron: O Legado

Sam, filho do famoso programador de jogos de computador Kevin Flynn, é assombrado há muito tempo pelo misterioso desaparecimento do pai. Um sinal estranho leva Sam ao fliperama de Flynn, onde é puxado para dentro do mundo cibernético, o mesmo em que seu pai está preso há 20 anos. Sem receio, o guerreiro Quorra, Kevin e Sam procuram escapar de um universo que, embora magnífico, é muito mais avançado e perigoso do que Kevin tinha imaginado.

A trilha é composta pela dupla Daft Punk, que inclusive faz aparição em uma das cenas do filme – e harmonizada pelo maestro americano Joseph Trapanese, com uma orquestra de 85 músicos.  A canção original do filme é Derezzed.


Em Ritmo de Fuga

O talentoso motorista de fuga Baby confia nas batidas de sua própria trilha sonora para ser o melhor que existe. A música silencia um zumbido que o perturba desde um acidente na infância. Após conhecer a mulher dos seus sonhos, ele reconhece uma oportunidade de se livrar do estilo de vida questionável e recomeçar do zero. Obrigado a trabalhar para um chefão do crime, Baby lida com a música ao mesmo tempo em que um golpe fadado ao fracasso ameaça sua vida, seu amor e sua liberdade.

Não irei negar que Baby Driver é o meu preferido dessa lista, cada musica é minuciosamente bem escolhida, chegando a da o ritmo certo as cenas de perseguições com carro.  O álbum “Baby Driver” apresenta uma combinação de artistas, de várias décadas, incluindo Blur, Run the JewelsSky FerreiraJon Spencer Blues ExplosionQueen e Golden Earring. A trilha sonora apresenta três faixas originais, um cover de “Easy” de Sky Ferreira, “Chase Me” de Danger Mouse, featuring Run the JewelsBig Boi, e “Was He Slow?” de Kid Koala.


Os 8 Odiados

Durante uma nevasca, o caçador de recompensa John Ruth (Kurt Russell) está transportando uma prisioneira, a famosa Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), que ele espera trocar por grande quantia de dinheiro. No caminho, os viajantes aceitam transportar o caçador de recompensas Marquis Warren (Samuel L. Jackson), e o xerife Chris Mannix (Walton Goggins), prestes a ser empossado em sua cidade. Como as condições climáticas pioram, eles buscam abrigo no Armazém da Minnie, onde quatro outros desconhecidos estão abrigados. Aos poucos, os oito viajantes no local começam a descobrir os segredos sangrentos uns dos outros, levando a um inevitável confronto entre eles.

“Os 8 Odiados” é o primeiro filme de Quentin Tarantino com trilhas sonoras totalmente originais.  A trilha foi composta por Ennio Morricone, que garantiu  o “Oscar de Melhor Trilha Sonora Original” para a película.  


Cinema Paradiso

Salvatore Di Vita é um cineasta bem-sucedido que vive em Roma. Um dia ele recebe um telefonema de sua mãe avisando que Alfredo está morto. A menção deste nome traz lembranças de sua infância e, principalmente, do Cinema Paradiso, para onde Salvatore, então chamado de Totó, fugia sempre que podia, depois que terminava a missa (ele era coroinha). No começo, ele costumava espreitar as projeções através das cortinas do cinema, que o padre via primeiro para censurar as imagens que possuíam beijos, e fazia companhia a Alfredo, o projecionista. Foi ali que Totó aprendeu a amar o cinema.

Após um caso de amor frustrado com Elena, a filha do banqueiro da cidade, Totó deixa a cidade e vai para Roma, retornando somente trinta anos depois, por causa da morte de Alfredo. Ao final, o Novo Cinema Paradiso, já abandonado, acaba demolido pela prefeitura para construir um estacionamento. Voltando para Roma Totó assiste a uma fita com todas as imagens de beijo que o padre da cidade havia censurado e que Alfredo tinha guardado e deixado para Totó. Uma cena belíssima e emocionante.

Esse é mais um dos 112 filmes no qual Ennio Morricone esta a frente da composição da trilha sonora. “Nuovo Cinema Paradiso”  é o nome do álbum, e o nome da canção original é “Cinema Paradiso”, as musicas inseridas no álbum contém uma unidade muito bem estruturada, e mais uma vez, Morricone consegue levar emoção através de seu trilha.


Corra, Lola, Corra

Manni de uma quadrilha de contrabandistas, esquece no metrô de Berlim uma sacola com 100.000 marcos alemães e conta com apenas vinte minutos para recuperar o dinheiro ou irá confrontar a ira do seu chefe, um perigoso criminoso. Desesperado e prestes a assaltar uma loja, Manni telefona para a namorada Lola. Esta pede que ele a aguarde enquanto ela pensa em uma solução. Seu pai é a primeira opção e corre até o banco onde trabalha. O filme nos apresenta três corridas iniciadas, com segundos de diferença, e como isso afeta a situação final de todos.

Tom Tykwer além de dirigir o filme, ele também esta a frente da trilha sonora junto com Johnny KlimekReinhold Heil.  “Lola rennt” é o nome do álbum, entre as musicas inseridas estão Believe – Franka Potente Introduction – Tykwer/Klimek/Heil, Running One – Tykwer/Klimek/Heil, Supermarket – Tykwer/Klimek/Heil, Supermarket (Super Clemek remix) – Clemek feat. Clé, Running One (Large mix) – Lee Spencer & Johnny Klimek, Running Two (remix) – Operation Phoenix, Casino (Solid state remix) – Tommi Eckart.

 


E essa foi a lista, claro que a gente queria colocar muito mais, porém, ficará para a próxima lista parte 2. Se você sentiu falta de alguma obra nessa lista, escreve o nome dela nos comentários abaixo.

Anúncios

Autor: Matheus R.

Estudante de comunicação visual, amante da sétima arte e colecionador de lembranças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s