[Dica] 5 filmes para apreciar e discutir

Sabem aqueles filmes que empurram o espectador em uma montanha russa de sentimentos, fazendo-o (re)pensar no quão a vida é importante e de como devemos aproveitar cada estante dela ? Listei 5 obras que merecem ser apreciadas e discutidas com tamanho carinho.

Já Estou com  Saudades

 

Jess e Milly são melhores amigas desde a infância. Enquanto Milly se casou, teve dois filhos e construiu uma carreira de sucesso, Jess decidiu levar uma vida pacata ao lado do marido Jago. Após se submeter a um tratamento, Jess enfim consegue engravidar. Mas a notícia vem justamente quando Milly descobre ter câncer de mama e precisa passar por quimioterapia, o que necessitará do apoio não apenas da amiga, mas de toda a família.

Direção: Catherine Hardwicke

Roteiro: Morwenna Banks

 

A Morte e Vida de Charlie

 

Adorado pela mãe e pelo irmãozinho Sam, Charlie St. Cloud é um velejador de sucesso e universitário com um futuro brilhante. Quando Sam morre em um terrível acidente, os sonhos de Charlie também morrem. Mas a ligação entre os dois irmãos é tão forte que, todo entardecer, eles se encontram. A volta de uma ex-colega de escola obriga Charlie a tomar uma decisão difícil: permanecer preso ao passado ou deixar que o amor lhe mostre o futuro.

Direção: Burr Steers

Autor: Ben Sherwood

Roteiro: Craig Pearce, Lewis Colick

Um Olhar do Paraíso

 

Susie Salmon está voltando para casa quando é assassinada por George Harvey, um vizinho que mora sozinho. Os pais de Susie, Jack e Abigail, inicialmente se recusam a acreditar na morte da filha. Em meio às investigações, a polícia conversa com George mas não o coloca entre os suspeitos, mas a família passa a desconfiar dele. Susie, que agora está em um local entre o paraíso e o inferno, observa a situação e lida com o sentimento de vingança e a vontade de ajudar sua família a superar sua morte.

Direção: Peter Jackson                           

 

Para Sempre Alice

 

 

Alice Howland é professora de Harvard e especialista em linguística. Ela está feliz pelo que conseguiu construir, tanto a nível pessoal, quanto profissional. No entanto, sua vida muda inesperadamente quando ela é diagnosticada com Alzheimer.

Direção: Richard Glatzer, Wash Westmoreland                     

 

 

O Mínimo Para Viver

 

Uma jovem está lidando com um problema que afeta muitos outros no mundo: a anorexia. Sem perspectivas de se livrar da doença e ter uma vida feliz e saudável, a moça passa os dias sem esperança. Porém, quando ela encontra um médico não convencional que a desafia a enfrentar sua condição e abraçar a vida, tudo pode mudar.

Direção: Marti Noxon                            

Roteiro: Marti Noxon

Anúncios

Autor: Matheus R.

Estudante de comunicação visual, amante da sétima arte e colecionador de lembranças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s