[Crítica] Dinastia

Sinopse: O bilionário Blake Carrington e a jovem Cristal (Nathalie Kelley) estão prestes a se casar, mas a notícia não parece agradar a todos, principalmente à filha do empresário Fallon Carrington. Como se os conflitos entre as duas já não fossem suficientes, Blake precisa encarar a terrível rede de corrupção da alta sociedade, que pode acabar em assassinato.

Resultado de imagem para dinastia

Uma das novas séries da Netflix, tem o formato de um episódio por semana, e tem como foco as tramas vividas pela família Carrington. Dinastia é um remake de uma série com o mesmo nome de 1981, que possui 10 temporadas, entretanto é possível ver diversas diferenças entre o enredo de ambas. Essa nova trama traz novos personagens e uma personalidade diferente para os já existentes, principalmente para Fallon que tenta mostrar independência de seu pai após lhe negar o cargo de COO na sua companhia.

Mas como falha, podemos apontar o excessivo número de histórias simultâneas, que não são bem desenvolvidas por episódio, mesmo que cada um tenha 45 min. O uso de muitos personagens sem nenhuma introdução inicial também pode dificultar o entendimento do expectador, sendo comum adicionar algo durante a série e explicar somente depois.

Resultado de imagem para dinastia

Alguns dos pontos fortes são: a atuação dos atores, principalmente os principais que transparecem uma personalidade egoísta e egocêntrica por causa de sua posição social e a fotografia nítida e ideal para as características novelescas da série. A disputa comum entre madrasta e filha é abordada de forma interessante especialmente por também se tratar de um conflito empresarial. Outro clichê que é posto em pauta é a questão da família acima de tudo e todos, sendo visível que o empresário Blake não abre mão de destruir a vida de outras pessoas para salvar a pele de seus próprios.

Na minha opinião, é uma série que oferece drama em todos os momentos, fazendo com que você sinta raiva e pena dos personagens e que lhe dá possibilidade de desconfiar de todos. Aconselho para quem gosta de série de porte dramático e que trazem “tretas” entre os familiares, como Gossip Girl.

6.7/10

Anúncios

Autor: kathysant

Gestora em Turismo, diva do Olar e escritora em tempo livre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s