[Crítica] Liga da Justiça

Por: Matheus R.

Nostalgia”, do começo ao fim, o sentimento é de pura nostalgia. O filme parece um episódio longo do antigo desenho que se passava nas manhãs da emissora SBT. Não há sentimento que explique a sensação de se sentar em uma sala de cinema e ver a Liga da Justiça (novos 52) reunida como uma equipe, lutando juntos, com intuito de proteger a Terra.  Apesar do filme ter seus erros, é impossível ele se tornar esquecível,  como Batman VS Superman (ou Esquadrão Suicida está se tornando), não por ele ser bom de mais, mas pelo o que ele representa. Ter a liga reunida no cinema é um coisa esperada durante anos.

 https://i0.wp.com/menofcomics.com/wp-content/uploads/2017/03/jla-520x245.jpg

Os atores têm uma química incrível, os personagens são muito bem construídos. Barry Allen/Flash (Ezra Miller) bem dizer carrega todo alívio cômico do filme junto com o Aquaman, que aliás é interpretado com magnitude pelo ator Jason Momoa, que além de passar aquele aspecto durão ao personagem, ainda consegue deixá-lo engraçado em certos momentos. O jovem ator Ezra Miller consegue passar a insegurança do seu personagem de modo único. Gal Gadot (Diana Prince/Mulher Maravilha) foi o ponto alto da obra, nesse filme é nos apresentado uma Diana Prince diferente do que foi apresentado no filme solo da tal, nós conseguimos ver uma mulher mais madura, evoluída e não mais aquela mulher ingênua. Não só a Mulher-Maravilha mudou, como também o Batman, que não é mais aquele ser rancoroso, emocionalmente destruído, que não acredita mais na humanidade. O que conseguimos ver é um Batman totalmente diferente, que após a morte do Superman reavalia seus métodos de agir, ele já não é mais aquele Bruce/Batman obscuro. O grande diferencial desse novo Batman são suas cenas cômicas, que são muito boas diga-se de passagem. De todos os personagens, o que contém a historia mais triste é o Ciborgue, que infelizmente não foi muito bem trabalhado, por não ter nenhum filme contando sua origem, porém creio eu que no seu filme solo, que já foi confirmado, a história dele deverá ser aprofundada.

https://i2.wp.com/ovicio.com.br/wp-content/uploads/league-justice-tvspot.png?resize=820%2C427

Com esse filme da liga da Justiça, eu consigo ver um grande recomeço da DCU (Universo Cinematográfico da DC), um começo com mais acerto e menos erros. O filme chegou para dizer que a Warner Bros. não só sabe produzir animações, mas também sabe produzir filmes de qualidade. O longa no geral é muito bom, diferenciado dos demais, que apostam no lado sério e maduro dos filmes. Essa obra é mais divertida, engraçada, em comparação aos filmes anteriores da DCU, apesar do filme ter bastantes cenas engraçadas, ele não deixa de ser recheada de ação.  O roteiro é bem escrito, o alívio cômico é bem colocado, a fotografia é linda, porém podemos  perceber  que outra pessoa trabalhou ali (Joss Whedon), além do Zack Snyder, pois uma parte do filme é bem clara e a outra é bem escura, contudo isso não afeta na qualidade do filme. O figurino dos personagens  é bem leal as HQs, modificaram poucas coisas.

https://media.giphy.com/media/QXQUCdMswn076/giphy.gif

Entretanto, o filme não chega a ser melhor do que o da Mulher Maravilha, mas com toda certeza é melhor do que Batman VS Superman. O ponto negativo do longa é o tempo, a história é muito grande para um filme de 2h, que acabou tornando o filme corrido. Outro pronto negativo é a criação do vilão, Lobo da Estepe, que parece mais um vilão de videogame em certas cenas. Ele não foi bem construído, não o achei tão desafiador, como o filme quis passar. Infelizmente não foi dessa vez que eles acertaram no vilão.

https://i2.wp.com/auranerd.com.br/wp-content/uploads/2017/04/steepen.jpg

Pra você que leu as HQs, não vá esperando uma adaptação fiel à elas, pois não é. Como eu disse ali em cima, é apenas um episódio prolongado da série animada de 2004, que se passava na SBT.

9/10

Anúncios

Autor: Nêssa Moura

Apreciadora de filmes, séries e livros. Social media, sonhadora e super fangirl da Disney.

5 pensamentos

  1. O filme foi maravilhoso, lindo de se ver. Concordo bastante com sua crítica, a sua perspectiva é muito boa. Achei interessante sua visão sobre a evolução dos personagens. Parabéns ótima crítica!

    Curtido por 1 pessoa

  2. O filme foi maravilhoso, lindo de se ver. Concordo bastante com sua crítica, a sua perspectiva é muito boa. Achei interessante sua visão sobre a evolução dos personagens. Parabéns ótima crítica!

    Curtido por 2 pessoas

  3. Tem suas falhas (e não são poucas), mas o filme diverte (apesar do Batman de Ben Affleck). Como DCnauta entrei na sala com medo de sair com a sensação ruim que sai do cinema após assisti BvS. Mas ainda há um longo caminho a frente e a Warner tá começando a pegar o jeito. Talvez se começassem a levar a serio seu departamento de animações (sempre maravilhosas), não pecassem tanto nos filmes. Ou melhor, parafraseando o Jovem Nerd, “Os melhores roteiros de filmes de super-héroi já existem e estão nos quadrinhos. Basta escolher e adaptar”. Se aquela bomba do Esquadrão Suicida houvesse seguido o roteiro de “Batman – Assalto ao Arkham” seria um filme incrível.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s