O Vestido de Trinta Rosas [Crítica]

Sinopse: E se você encontrasse um vestido capaz de transformar o amor em realidade? Usaria? Enfrentaria as consequências? Helena mora na Vila Íris, um lugar que pertence à Floresta Encantada. Lá, conhece Ícaro e se apaixona, mas não sabe se é correspondida. Com medo de perdê-lo, ela decide usar um encanto. Toda escolha tem uma consequência e Helena descobrirá isso tarde demais! O Vestido de Trinta Rosas fala de amor, escolhas, responsabilidades, amizade e esperança.

De forma simples e gostosa de ler O Vestido de Trinta Rosas, explica como sentimentos não podem ser comprados ou inventados. Durante a leitura você acaba  ficando com um pouco de raiva da protagonista Helena, e se questionando as decisões que ela toma. Entretanto, o que acontece durante a história faz com que você queira saber o que vai acontecer em função das suas atitudes.

A escrita é simples, com um vocabulário fácil e bom de se ler, sendo uma facilidade pra ler independente da idade, sendo mais voltada para o público infanto-juvenil. Além do livro conter duas capas. A capa aqui representada é uma edição limitada. Outra coisa interessante de se perceber é que a escrita é similar a outros livros dela como “O Jardineiro” (que irá ter resenha futuramente).

Além de Helena, temos Sara a amiga fiel e carinhosa, que é cega mas que consegue ver a alma de quem está próximo dela. Ela ajuda a encontrar a verdade por trás de toda mentira que ela constrói em cima do sentimento por Ícaro, seu amado. Podemos ver a magia da Vila Íris, que nos faz querer morar lá! O fantástico universo criado pela escritora nos faça sentir diversas sensações e querer continuar a história até o final por tudo que acontece.

“As pessoas vão e vêm, alguns chegam e outras se vão, mas o que importa mesmo são todas as coisas boas que aprendemos uns com os outros”.

Essa é minha frase favorita do livro, e nos dá uma ótima lição de vida que é: não se prenda a nada nem a amigos, se apegue aos momentos e ensinamentos que recebemos ao longo da vida. Também é possível ver que a edição e organização é diferente, pois os capítulos não tem a divisão comum, que torna muito legal de visualizar. Eu realmente me divertir durante a leitura e fica a dica pra vocês!

Autora: Lívia Messias

Ano: 2014

Páginas: 157
Editora: Independente

7 / 10

Anúncios

Autor: kathysant

Gestora em Turismo, diva do Olar e escritora em tempo livre

Nenhum pensamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s