[Crítica] O Nevoeiro (Netflix)

Por Paulo Silva

Quase um The Walking Dead sem zumbis, O Nevoeiro, nova série da Netflix, surpreende por sua densidade dramática e peculiaridade!
O show é mais uma tentativa de adaptar a obra de Stephen King e chegou ao serviço de streaming, como quem não quer nada, no último dia 25. O enredo gira em torno de um nevoeiro – como sugere o título – misterioso, que toma conta de uma cidadezinha nos EUA, transformando, assim, a vida das pessoas pacatas que ali vivem numa luta desenfreada pela sobrevivência. Um verdadeiro PÉ NA PORTA!
Entretanto, engana-se quem pensar que a série se resume a isso. De maneira bem amarrada, somos apresentados à dilemas bem presentes na nossa sociedade como homofobia, dificuldade de relacionamento entre pais e filhos e o fanatismo religioso. Dessa forma, o nevoeiro que dá título ao show é colocado em segundo plano, deixando os holofotes para a estupidez humana.

romanov2
A adaptação da obra de King é a personificação do estado de natureza hobbesiano, onde a única lei é a sobrevivência. Aqui, nada é em vão. O criador Christian Torpe conduz com destreza e maestria toda uma construção de personagens, cada um com seu peso dramático, como uma longa escada, que se sobe de degrau em degrau. Tal construção é paciente, porém não cansativa, corroborada por diálogos pesados e nem um pouco clichês.
Há de ressaltar também o cuidado em fugir do convencional, visto que a série conta com subtramas surpreendentes, levando o público a uma linha de raciocínio que é quebrada mais a frente.

romanov1
O Nevoeiro é uma grande metáfora sobre a vida humana. Mais do que uma força da natureza que carrega seus mistérios, ele é um espelho que revela nosso pior lado quando não há do que se esconder.

9 / 10

Anúncios

Nenhum pensamento

  1. Foi uma série espetacular! Adoro as adaptações, Stephen King é um gênio de terror, ele sempre surpreende com suas histórias, são fascinantes. Minha adaptação favorita dele é It: A Coisa, acho que o novo Pennywise é muito mais escuro e mais assustador, Bill Skarsgård é o indicado para interpretar o palhaço It . Os filmes de terror são meus preferidos, evolucionaram com melhores efeitos visuais e tratam de se superar a eles mesmos. Eu gosto da atmosfera de suspense que geram. E acho que este é um dos melhores, It tem protagonistas sólidos e um roteiro diferente. O clube dos perdedores é muito divertido e acho que os atores são muito talentosos. Já quero ver a segunda parte.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s