[Crítica] Velozes e Furiosos 8

Sinopse: Dom (Vin Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) estão curtindo a lua de mel em Havana, mas a súbita aparição de Cipher (Charlize Theron) atrapalha os planos do casal. Ela (Cipher) logo arma um plano para chantagear Dom, de forma que ele traia seus amigos e passe a ajudá-la a obter ogivas nucleares. Tal situação faz com que Letty reúna os velhos amigos, que agora precisam enfrentar Cipher e, consequentemente, Dom.

Resultado de imagem para velozes e furiosos 8 imagens promocionais

Sim, meus amigos! Mais um filme da franquia: Fast and Furious. Ficou cansativo? Chato? Repetitivo? Não, Não, mil vezes não. Podem fazer mais oito filmes desse! Calma, estou brincando, porém, esse filme me surpreendeu positivamente de uma forma que eu não esperava e nem estava preparado.


O filme começa com o jeito clássico da franquia, uma corrida clandestina alucinante e dessa vez o cenário é em Cuba. A cena inicial é visualmente linda e já te joga o DNA de Velozes e Furiosos. Lindos cenários, carros potentes e ação no máximo. Essa é a pegada do filme, ação no nível máximo. A trama não te dá tempo pra respirar, quando você está retomando o fôlego ela joga mais uma sequência de ação muito bem coreografada, com bons efeitos visuais. Colocar Dom contra a sua “família” foi uma bela sacada, mesmo que contenha alguns clichês envolvendo a história. Porém, são clichês que não prejudicam o desenvolvimento do longa. Trata-se de um filme com o único intuito: Lhe Divertir.

E como esse filme diverte e causa diversos sentimentos como: Angústia, dúvidas, incertezas, apreensão e ainda rende boas risadas, fora os momentos de tirar o fôlego que são bem constantes.

O filme entrega uma história bem coesa e fechada. Com um começo, meio e fim redondos, mesmo deixando uma pequena ponta solta, que pode render um novo filme (ohhh).

A parte técnica do longa não trás nenhuma grande inovação, mas é muito bem feita. A fotografia não tem muita novidade, porém, é esteticamente bem agradável. As coreografias das sequências de ação são bem executadas e as cenas de combate corpo a corpo são incríveis e isso se deve muito à Dwayne ”The Rock” Johnson, que está incrível como Luke Hobbs.  Ele é aquele típico cara grandão que te faz rir, mas é mortal e isso está elevado ao máximo nesse filme. O mesmo protagoniza uma cena de ação incrível na prisão, que não falarei detalhes para não estragar a surpresa, contudo, te deixará bem empolgado!

A trilha sonora podia ser melhor e carregar alguns hits mais “famosinhos“, assim como em toda a franquia.

Agora, preciso falar de Tyrese Gibson (Roman Pearce). O já consagrado alivio cômico da franquia, foi perfeito e nada forçado. O ator e o roteiro ajudaram muito o personagem que funciona harmonicamente com o personagem de Ludacris (Tej). Você dará boas risadas com a dupla.

Resultado de imagem para velozes e furiosos 8 imagens promocionais

Um ótimo filme em relação a sua franquia, para ser perfeito só faltou um elemento, o inesquecível: Paul Walker. O personagem, Brian, faz muita falta e o Paul sempre será um buraco vazio no coração de todos os fãs. Recomendo que assista ao filme em IMAX e acompanhe a mais uma história da divertida saga, que ganha fôlego e melhora cada vez mais.

8,8 / 10

Anúncios

Autor: PH. Moneta

Host da D11 e o mais hiperativo do rolê.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s